Secretaria de Cultura no Twitter  Secretaria de Cultura no YouTube  Secretaria de Cultura no Facebook

Revista 

nuvem de tags

3d   antonio-manuel   antropologia   aquecedor   artistas   edipo   em-busca-da-flor   fado   foresta-amazonica   friburgo

nuvem de tags
Notas

O cinema do Rio Grande do Sul é homenageado no CCBB. Com 14 longas e 28 curtas lançados a partir de 2000, a Mostra Polo Audiovisual – MOPA acontece de 19/11 a 01/12, no CCBB Rio.

19/11/2014


Até 16/11, de 20h às 23h, acontece o 1º Festival da Canção de Vassouras, no centro da cidade, com premiação para o 1º, 2º e 3º lugar, além de melhor intérprete e música mais popular.

14/11/2014


Nos dias 15 e 16/11, às 16h, a Casa Daros apresenta a mostra gratuita Cinema Novo no Parque Lage, com exibição de Macunaíma e Terra em Transe. Distribuição de senhas uma hora antes na recepção.

14/11/2014


A peça Makunaíma, o Outro estreia no dia 20/11, às 19h30 no CCBB, pondo no palco uma divindade indígena mágica e transformadora. R$10 (inteira) e R$5 (meia). Até 18/1.

14/11/2014


todas as notas

Histórias paralelas: 50 anos de música brasileira

Livro do jornalista Hugo Sukman mostra as diversas correntes que formam a música popular brasileira

Podcasts 19.09.2011 1 comentário

Podcast Histórias Paralelas  (Crédito: Jorge Lz)

A bossa nova provocou no final da década de 50 uma verdadeira revolução na música brasileira ou mais ainda, como diria Tom Zé: “a bossa nova pariu o Brasil”. A partir daí o caminho da nossa música parecia definido uma vez que uma geração de talento inegável composta por, entre outros, Chico Buarque, Dori Caymmi, Elis Regina, Edu Lobo e Marcos Valle tinham um norte para seus trabalhos.


Tudo corria dentro da normalidade até que em 1967 o Festival da Record mostrou que havia muito mais pluralidade na música brasileira do que se podia imaginar. O nascimento do tropicalismo com Domingo no parque  de Gilberto Gil e  Alegria, alegria de Caetano Veloso veio para mudar a trajetória da música popular abrindo caminho para diversas vertentes.


Essa história e muitas outras estão em Histórias paralelas: 50 anos de música brasileira, do jornalista Hugo Sukman, lançado na última semana pela editora Casa da Palavra e que traz um CD com canções que ilustram bem o que o autor tem a dizer.


Partindo da “linha evolutiva da música brasileira”, conceito criado por Caetano Veloso na década de 60, Sukman propõe alguns caminhos paralelos descritos em cada um dos capítulos do livro. O samba, a MPB, o tropicalismo, a Jovem Guarda e o brega, a música instrumental, a música nordestina e a diversidade das músicas das cidades.


Atento a alguns fragmentos da história da música, o autor chama a atenção para passagens importantes como o “vazio” que ficou entre 1962, ano do show da bossa nova no Carnegie Hall, quando os grandes nomes do estilo como Tom Jobim, João Gilberto e Vinícius de Moraes acabaram deixando o  Brasil e 1966, quando, dois anos depois do golpe militar - e por isso a música brasileira sofre uma transformação em seus temas-  Elis Regina lança um disco reunindo a nata do que seria conhecida posteriormente como MPB: Caetano Veloso, Chico Buarque, Edu Lobo, Francis Hime, Gilberto Gil, Marcos Valle e Milton Nascimento.


Outro momento importante citado no livro é a parceria de Vinicius de Moraes e Baden Powell na criação dos Afro-Sambas, segundo Sukman “o que seria o retrato do Big Bang da música brasileira”, já que nesse estilo a dupla reúne uma parte modal, africana com uma parte tonal, herança europeia, junção que se transformaria na essência da MPB.


 Histórias paralelas  é um trabalho de pesquisa rico e importante e que de uma forma clara e objetiva traz luz àquilo que o Brasil produz de melhor: a sua música popular.


Músicas:


Baden Powell – Berimbau (Baden Powell / Vinícius de Moraes)


Gilberto Gil – Domingo no parque (Gilberto Gil)


Colaboração de Jorge Lz



 indique para amigo         versão para impressão

 permalink

Compartilhe:   facebook   twitter   orkut   delicious   digg   technorati   google   stumbleUpon


tags

mpb

hugosukman

historiasparalelas

jorgelz

comentários


This content will be replaced when pagination inits.


* campos obrigatórios














500 caracteres restantes


Digite os caracteres que aparecem na imagem abaixo:

Verificação