Secretaria de Cultura no Twitter  Secretaria de Cultura no YouTube  Secretaria de Cultura no Facebook

Revista 

nuvem de tags

baixada-fluminense   banda-black-rio   curta-sao-jose   descendentes-de-escravos   enxoval   pilobolus   por-estetica-do-encontro   revelacao   rio-music-conference   satere

nuvem de tags

Festa da cultura no Parque Lage

Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro leva mostra cultural à EAV neste fim de semana

Materias 07.05.2014 deixe aqui seu comentário

Nada de trajes de gala ou formalidades. A Escola de Artes Visuais do Parque Lage vai ser palco de uma cerimônia de premiação diferente: saias floridas e turbantes coloridos vão se juntar ao estilo urbano do street dance em uma grande mostra cultural que ocupará o casarão histórico durante três dias.  De 9 a 11 de maio, o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro vai promover uma intensa programação, reunir e premiar manifestações culturais de todas as regiões do estado, homenageando os artistas fluminenses.


"Com o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro queremos homenagear a qualidade e a riqueza da produção cultural fluminense, estimular manifestações pouco conhecidas, dar espaço a novos nomes e, ao mesmo tempo, destacar o artista consagrado?, diz a Secretária de Estado de Cultura, Adriana Rattes. ?Queremos prestar tributo aos realizadores e agentes que fazem do nosso estado a cara do Brasil", destaca.


Cultura do encontro


A mostra evidencia a diversidade da cultura no estado. Há folia de reis, fado, caxambu, teatro, dança urbana, mana-chica, capoeira, circo, ciranda, rock, cinema, além de doces típicos, artesanato e até oficinas de luteria. Rafael Dragaud, curador e diretor artístico do evento, optou pela mostra em vez de uma única noite de premiação para dar mais visibilidade aos grupos e artistas homenageados. ?Pensamos que a premiação em si não é o mais importante, mas promover o encontro de artistas de todo o estado. Por isso, desta vez, teremos três dias de atividades, e não apenas um, como nas outras edições?, explicou.


Esta é a terceira edição do Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, que foi criado em 2010 a partir da unificação dos prêmios Golfinho de Ouro, Estácio de Sá e o do Governo do Rio de Janeiro. ?Nosso objetivo, com o prêmio e a Mostra Cultural, é expor a diversidade artística dos nossos municípios para todo o universo do estado, proporcionando um encontro rico e potente?, diz Eva Doris Rosental, Superintendente de Artes da SEC.


Participação popular na festa e na premiação


Cem projetos e coletivos sediados no estado que se destacaram no cenário cultural fluminense entre os anos de 2012 e 2013 concorreram nesta edição, que pela primeira vez contou com Voto Popular. Uma consulta pública online escolheu 10 premiados e uma comissão especial e mista selecionou mais 20, dois para cada região do estado (Costa Verde, Médio Paraíba, Baixada Litorânea, Centro Sul, Norte, Serrana, Metropolitana Rio, Metropolitana Baixada, Metropolitana Leste e Noroeste, a mesma divisão regional do Plano Estadual de Cultura), totalizando três ganhadores por região. 


O LATEX ? Laboratório de Artes e Teatro Experimental, de Cachoeiras de Macacu, foi um dos selecionados por voto popular, com mais de 21 mil votos. Criado por Pablito Torres, o grupo se dedica à pesquisa teatral e artística e mantém uma oficina permanente de formação de atores, contribuindo  para a formação de diversos artistas macacuenses. A premiação mobilizou todo o município: ?A gente mobilizou os alunos, passou carro de som pelas ruas, tentou envolver a cidade mesmo. Essa premiação afeta toda a cidade, pois o LATEX leva o nome de Cachoeiras de Macacu para onde se apresenta?, conta Lísia Garcia, atriz do grupo há 8 anos.


?O reconhecimento pelo Prêmio de Cultura do Estado veio em um bom momento, em que nosso grupo completa 30 anos. É um dos mais atuantes da cultura da cidade, e mais antigo. Muitos dos grupos independentes surgiram a partir de alunos que passaram pelas oficinas do LATEX?, conta a atriz.


O Teatrama, grupo de Araruama selecionado com mais de 54 mil votos do público, também comemora o reconhecimento. ?Ficamos muito felizes já por sermos indicados, nos sentimentos valorizados. Quem faz teatro no interior enfrenta dificuldades ainda maiores do que as da capital, pois muitas vezes é preciso fazer um longo trabalho para que a própria comunidade reconheça a importância da nossa arte?, conta Perla Duarte, uma das fundadoras do grupo.


?Procuramos fazer um teatro voltado para questões da cidade, de forma a modificar o nosso lugar através da cultura. O Teatrama é jovem, tem 9 anos, pouco tempo para mudar as mentalidades, mas hoje já é valorizado na cidade, a comunidade consegue ver isso como algo deles. Fazemos um teatro muito popular, de praça. Nossa peça em circulação atualmente, chamada Algumas do Aristeu, foi escrita a partir de histórias da população e lendas de Araruama. Assim, a ideia é levar diversão para a população, mas promover também um resgate da memória, envolvendo as pessoas?, diz Perla.


 


Conheça aqui os premiados por Voto Popular.


Saiba mais sobre a programação da Mostra Cultural do Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2014.


Colaboração de Renata Saavedra



 indique para amigo         versão para impressão

 permalink

Compartilhe:   facebook   twitter   orkut   delicious   digg   technorati   google   stumbleUpon


tags

premio-de-cultura-do-estado-do-rio-de-janeiro

eav

parque-lage

comentários

Não há comentários até o momento.


* campos obrigatórios














500 caracteres restantes


Digite os caracteres que aparecem na imagem abaixo:

Verificação