Secretaria de Cultura no Twitter  Secretaria de Cultura no YouTube  Secretaria de Cultura no Facebook

Revista 

nuvem de tags

cidade-de-deus   deslocamentos   feira-de-arte-contemporanea   palavras   portuario   rodrigo-maranhao   veiga   videocast   videos   visoes-perifericas

nuvem de tags
Notas

A Caixa Econômica Federal abre inscrições para a seleção de obras de novos artistas no segmento de artes visuais. Todas estão site da Mostra Bienal da Caixa.

01/08/2014


Quarta-feira, dia 23, às 19 h, a Galeria Laura Alvim lança o catálogo da exposição Pouco a Pouco, de Marilá Dardot, e uma visita guiada com a artista e a curadora Gloria Ferreira. Grátis.

22/07/2014


Guia Cultural Vale do Café ganha versão online. Confira aqui.

17/07/2014


As inscrições para a Première Brasil do Festival do Rio foram prorrogadas até dia 10 de julho, quinta-feira. Confira o regulamento e se inscreva no site do festival.

01/07/2014


todas as notas

Alternativa fashion

Bazares e feiras de moda conquistam cada vez mais as consumidoras cariocas à procura de diversidade e criatividade

Matérias 01.08.2012 1 comentário

Edição concorrida da feira O Mercado

Edição concorrida da feira O Mercado  (Crédito: Divulgação)

Garimpar, pechinchar e comprar. Essas são as três palavras fundamentais para a consumidora antenada – aquela que, cansada de bater-perna em shopping, prefere frequentar eventos mais exclusivos (de clima low profile) com peças únicas (ou quase) em oferta. Para atender a esse tipo de demanda, pipocam na cidade feiras e bazares que têm como alvo a resistência ao mercado de moda mainstream. Opções como o Mercado Mistureba, O Grito Bazar, a Sala de Estar, o Bazar Noir, O Mercado e a queridinha Babilônia Feira Hype (de volta à ativa) ganham, cada vez mais, destaque – e público – no Rio.


A trajetória de criação dos bazares é quase sempre a mesma. Jovens, interessados por moda e palpiteiros de plantão em eventos alheios, decidem colocar a mão na massa – nos alfinetes, nas agulhas e nas linhas – e fazer do próprio jeito. O Mercado Mistureba, por exemplo, germinou em 2005 sob o comando de duas estilistas insatisfeitas com a maneira que as feiras de moda eram organizadas na época. Já a feira multitemática O Mercado nasceu em 2010, com o intuito de reunir roupas, acessórios, arte, gastronomia e sustentabilidade em um mesmo buchicho. O Grito Bazar, por sua vez, saiu do papel, no ano passado, com a proposta de oferecer uma seleção minuciosa de peças vintages.


Bom preço e programação eclética


“Na nossa feira, as marcas têm menos barreiras comerciais para expor suas peças. Como a maioria ainda está começando, elas não precisam fazer um grande investimento em estoque, apenas se organizam para produzir uma quantidade que seja interessante para a grife. Também fazemos apresentações de bandas parar dar um clima mais aconchegante ao evento”, conta Thais Matile, umas das sócias do agito do Mistureba, que atualmente acontece em dois endereços – em Ipanema toda semana tem edição voltada para o pessoal do rock, na Lapa o evento é mensal e direcionado para o público de música brasileira.


Para Thais, o preço é o grande atrativo das feiras que promovem novos estilistas. “Como as lojas grandes estão muito caras, compensa comprar em lugares alternativos. Além disso, o perfil do consumidor mudou. As pessoas agora têm mais confiança em comprar com marcas pequenas, que já se divulgam pela internet e mantém o contato com o cliente através de blogs e redes sociais. O nosso objetivo é fazer as marcas crescerem, sempre mantendo um rodízio de expositores nas nossas edições”, completa a empreendedora.


Produtora do disputado O Mercado, que acontece periodicamente na Casa de Espanha, em Botafogo, Clarissa Muniz, por outro lado, acredita que o grande diferencial das feiras de moda é a experiência do programa. “As pessoas estão em busca de atrações novas em relação a tudo. Como as feiras acontecem de tempo em tempo, com atividades sempre diferentes, que misturam vários assuntos, elas acabam conquistando o público pelo passeio. Para dar certo, o bazar tem que somar música bacana, exclusividade de peças, bom preço e uma programação que vá além”, defende a idealizadora do evento. 


Segundo o stylist e figurinista Thiago Neves, o gosto pelo universo da moda é compartilhado entre a clientela do seu badalado O Grito Bazar, que agrupa roupas de brechó, trajes de bazares de igreja e guarda-roupas de senhoras mais velhas. “Eu enxergo uma maior difusão das carreiras ligadas à moda e um interesse crescente por esse mercado. As pessoas no Brasil estão começando a gostar de peças vintage, mais conceituais”, explica o jovem.


“Eu faço uma seleção cuidadosa das roupas que vendo – lavo tudo na máquina e concerto o que tem que ser ajeitado com a ajuda de uma costureira. Além de oferecer peças únicas, faço questão de manter um preço bacana”, completa Thiago, que começou o negócio em seu próprio apartamento. Hoje, O Grito Bazar realiza as suas edições na casa multifuncional da Comuna, em Botafogo, e o seu criador ainda ataca de consultor de estilo entre as compradores.


Frequentadora assídua de brechós, feiras e bazares cariocas, além de organizadora eventual de reuniões de troca-troca de roupas entre amigas, a administradora Roberta Gonçalves levanta a bandeira em favor das compras longe dos centros comerciais. “A tendência de realizar feiras de roupas está crescendo na mesma proporção que os preços das lojas estão se tornando impraticáveis. Além disso, no bazar, você encontra peças de roupa que só você vai ter, isso ajuda a inventar uma maneira particular de se vestir”, defende a moçoila.


Para ficar por dentro da avalanche fashion dos bazares da estação, anote a dica. Tem Mercado Mistureba, neste sábado, 4/8, na Choperia Brazuca, na Lapa. Já, na próxima quarta-feira, 8/8, O Grito Bazar abre mais uma vez o seu closet especial na Comuna, em Botafogo.


Colaboração de Camila Lamha



 indique para amigo         versão para impressão

 permalink

Compartilhe:   facebook   twitter   orkut   delicious   digg   technorati   google   stumbleUpon


tags

bazar

mercado-mistureba

o-mercado

o-grito-bazar

roupa

comentários


This content will be replaced when pagination inits.


* campos obrigatórios














500 caracteres restantes


Digite os caracteres que aparecem na imagem abaixo:

Verificação